17/03/2014

Et de plomb et de plume — todos


Avec tes yeux je change comme avec les lunes
Et je suis tour à tour et de plomb et de plume,
Une eau mystérieuse et noire qui t’enserre
Ou bien dans tes cheveux ta légère victoire.

(Paul Éluard)

4 comentários:

  1. Ora viva. Saudações desde o México. Obrigado por partilhar com os que passam pelo seu Blogue toda a beleza dele e em especial os blocos Et de Plomb et de Plume, uma verdadeira obra prima para aqueles que como eu gostam de Música. Não me lembro quando encontrei o seu Blogue sei que já faz um tempo e considero um dos melhores blogues que andam pela net. Imagino que lhe deve ocupar muito tempo mas por favor não se canse.Posto isto que já ando para colocar há um tempo, pergunto se não vai colocar os temas ou alinhamento não sei como se diz, nos blocos de Et de Plomb et de Plume é que o 25 e depois do numero 30 nunca mais apareceu o alinhamento, sei que é mais trabalho, mas se puder agradeço antecipadamente.Imagino que seja do Porto ou lá perto porque em algumas fotos reconheço alguns locais.Grande cidade, andei lá alguns anos em trabalhos no Hotel Infante de Sagres e outros deixei lá muitos Amigos. Um Abraço e tudo de Bom para o Ventilan e em especial para o seu mentor. Muito Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva! Obrigado pelo comentário (que li, para já, de fugida por estar no trabalho) — mais logo respondo com calma e coloco, claro que sim, os alinhamentos.

      Eliminar
  2. Ora viva! Peço desculpa por só responder agora, tem sido uma semana dos diabos :)

    Primeiro, muito obrigado pelo comentário e pelo elogio — dá-me muito prazer misturar estas caldeiradas musicais e saber que há, por aí fora, quem as prove deixa-me muito contente. E não, não sou do Porto: vivo em Lisboa mas sempre que posso vou à Invicta.

    E agora as playlists do 25 e do 30:

    25 — Morphine: Lisa _ David Gould: Peace _ Fleetfoxes: Montezuma _ Alela Diane: Something's gone awry _ The Ditty Bops: Charlotte _ António Carlos Jobim: Anos dourados _ Lhasa de Sela: Anyone and everyone _ Lou Reed: Magician _ Elysian Fields: live for the touch _ *este não tenho bem a certeza*: Kol Nidre _ *idem*: Quite Fast _ Tom Cora: Cello 2 _ Beastie Boys: I don't know _ Kula Shaker: Sleeping Jive _ Devendra Banhart: Can't help _ John Lennon e Yoko Ono: Don't be scared _ Marya Josie: He does it better _ Minnie Riperton: Only when i'm dreaming _ Air:Seven stars _ DjShadow: Give me back the nights _ David Gould: V'nemar

    (depois logo acrescento o 30)

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Amigo Pedro. Diz muito bem, "Caldeiradas Musicais" ou não fosse a caldeirada um dos pratos gastronómicos mais expressivos da cultura tuga.Quando dei a escutar aos meus amigos mexicanos algumas dessas 'caldeiradas' os gajos reviraram os olhos de encantamento pelas melodias.Obrigado uma vez mais pelo trabalho. Sem pressas, vou passando por aqui.Um Abraço.

    ResponderEliminar